Fernando de Noronha

N O R O N H E – S E !!!

Fernando de Noronha é um arquipélago brasileiro de origem vulcânica, localizado a 545Km da capital pernambucana. As ilhas de Noronha possui uma beleza natural inigualável e algumas de suas praias estão entre as 10 melhores do planeta, de acordo com a avaliação de viajantes do mundo todo. Em Fernando de Noronha existe uma limitação diária de pessoas, e a legislação do Estado de Pernambuco diz que a quantidade ideal de visitantes é de em média, 246 pessoas por dia, para a ilha não sofrer com impactos provocados ao meio ambiente.

aviao

A chegada em Fernando de Noronha

Fernando de Noronha é um destino que muita gente sonha em conhecer, mas acaba escolhendo outros lugares, devido ao alto custo para visitar a ilha. Em muitos programas de TV aqui no Brasil, vemos vários artistas famosos visitando este arquipélago e a sensação que fica para nós, pobres mortais, é que precisamos vender um rim para conhecê-la.

Mas é possível fazer uma viagem econômica para Noronha? Sim, é possível, pois aqui também é um destino para um viajante comum. Se houver planejamento, a viagem não sai tão cara assim e o seu dinheiro valerá tanto quanto o dinheiro do turismo de elite, e as famílias que vivem do turismo em Noronha , sem distinção de classe social, agradecem.

Como chegar?

Para se conhecer este arquipélago, é necessário encontrar um vôo com destino ao aeroporto de Fernando de Noronha (FEN). Os voos partem de sua cidade com paradas nas cidades de Recife em Pernambuco (REC) e Natal (NAT) no Rio Grande do Norte. Normalmente as pessoas procuram pacotes turísticos com tudo incluso (aéreo+hotel+passeios) e em algumas vezes acabam até encontrando um preço razoável, e com algumas parcelas a perder de vista… Outra opção para “tentar” fugir dos altos valores, é garimpar uma passagem aérea insistentemente até encontrar algo “razoável”. Tentar comprar sua passagem nos períodos de chuvas (que no calor do nordeste só vem para refrescar) é uma boa dica também! baixe algum app de alerta de promoção de passagens, que em algum momento alguma promoção vai cair como uma luva para você. Se estiver disposto, depois de conquistado verás que valeu a pena! O lugar merece o sacrifício.

mirante

O mirante para o Morro Dois Irmãos, o cartão postal de Noronha, se é que podemos eleger um cartão postal em um lugar com tanta beleza.

Quando ir

A melhor época para conhecer Fernando de Noronha é a época em que você tem disponibilidade para ir. Estamos falando de clima nordestino, e se por acaso chover, as águas só vem para refrescar!

O período de Setembro a Março, é o período seco, de muito sol e calor, e o risco de pegar dias de chuva é quase nulo. Já entre Abril a Agosto, são os meses das chuvas em Noronha, mas são chuvas rápidas que não atrapalham a ida aos passeios e mesmo assim o sol e calor reina neste período também. O único fator negativo na ilha quando chove, é que as vilas não possui asfalto, deixando todos com o pé na lama. Cabe aqui até uma reivindicação para melhorias em infraestrutura, já que o valor da taxa é super salgada.

As Taxas

Não podemos fugir delas e são basicamente duas taxas que mudam consideravelmente o valor de sua viagem, e acaba limitando o período na ilha de quem procura uma viagem econômica. Desembarcando em Noronha, terá que preencher uma declaração com os seus dados, os dados de sua hospedagem e o tempo de permanência na ilha.

A Taxa de Preservação Ambiental  (TPA), onde o turista paga o valor de R$73,52 (por dia) de estadia na ilha (acompanhe o valor aqui). Essa taxa é paga assim que desembarcamos no aeroporto, ou podendo pagar antecipadamente pela internet e apresentando no desembarque, que é a melhor opção, pois a fila para pagar na hora, chega a demorar em média 40 minutos, e perder tempo em uma fila  num lugar como este é inadmissível.

Essa taxa é uma cobrança que gera muita polêmica entre os viajantes, como tantas outras taxas pelo mundo afora! Muitas pessoas são a favor desta cobrança, já outras são totalmente contra, mas não estamos aqui para polemizar este tema e muito menos nos posicionar sobre tal cobrança, apenas orientar.

A Taxa do Parque Nacional Marinho (PARNAMAR), serve para ter acesso às melhores praias e trilhas existentes na ilha. É necessário comprar o ingresso do Parque Nacional Marinho, que custa R$106 (para brasileiros) e R$212 (para estrangeiros). Esse ingresso pode ser adquirido pela internet (aqui) ou pessoalmente no centro de visitantes ou outros diversos pontos da ilha. Portanto, assim que chegar na vila e ainda não tiver comprado, adquira este cartão, pois será solicitado sempre nas entradas que dão acesso ás praias participantes do  PARNAMAR / ICMBio.

Do aeroporto às vilas, é possível ir de ônibus circulares que trafega em todos os cantos da ilha, caso não estiver com transfer pré adquirido pela pousada! E também de táxis que já custaria mais caro que as outras opções.

Antes de curtir a ilha, dê uma passadinha no Projeto Tamar para assistir a uma palestra  sobre os programas ambientais locais. É fácil de chegar e a entrada é gratuita. Uma pena que não é uma visita obrigatória, pois todos aqueles que ingressam á ilha, deveriam participar desta palestra e a conscientização com o meio ambiente. O Projeto Tamar fica na Alameda do Boldró, S/N.

Transporte pela ilha

Ônibus – A ilha possui ônibus circulares que funcionam bem, passam por diversos pontos turísticos e seu intervalo é a cada 30 minutos. Funciona desde ás 05h até ás 22h e é uma boa dica para economizar em sua estadia.

Bicicleta – Alugue uma bicicleta e percorra tranquilamente quase toda a ilha, com exceção de algumas praias que possui trilhas e escadarias.

Buggy – A ilha existe estrada pavimentada que levam para todos os pontos turísticos e alugar um Buggy é uma ótima opção para se locomover para qualquer ponto sem preocupação com horários e curtir o lugar de uma maneira mais “radical”… E não se esqueça de dar caronas á quem  necessitar, pois o próximo caroneiro pode ser você.

Carona – Aproveite os Buggyes e peça carona, é muito comum pela ilha…

Táxis – Aqui é uma boa opção utilizar os táxis para ir aos pontos turísticos, pois os points não são tão longe e o valor geralmente não é alto.

buggy

Onde se hospedar

Noronha é pequena, e o local onde possui a maior movimentação na ilha,  é a Vila dos Remédios, o famoso centrinho.  A maioria das hospedagens de Noronha geralmente são pousadas domiciliares, isto é, residências que criaram um espaço para receber hóspedes. Há também hostels e luxuosas pousadas. Com as ferramentas que temos hoje disponíveis para pesquisar a sua hospedagem, certamente encontrará um lugar confortável e por um bom preço… Podemos citar alguns lugares que possui uma boa avaliação custo benefício (Casa Swell Hostel, Pousada do Nhô, Pousada do Eli), caso não encontre boas opções na Vila dos Remédios, procure ficar na Vila dos Trinta ou Floresta Nova, que também são lugares bem localizados. O Airbnb funciona aqui também.

Os pontos turísticos

Pequena em tamanho e enorme em belezas naturais. Em Noronha podemos escolher uma opção de passeio a cada dia. O arquipélago possui uma beleza fora do comum e é praticamente impossível uma foto sair feia! Em Noronha, podemos fazer mergulho com cilindro, Snorkel, passeio de barco, avistar golfinhos e ver um dos mais belos pores-do sol do mundo.

mapa-praias-noronha

Mas a primeira dica para conhecer o arquipélago, é contratar o passeio Ilha Tur, (veja aqui) um passeio completo pela ilha com guia local que dura praticamente um dia inteiro, vistando a maioria dos locais turísticos, com direito a mergulho nas melhores praias, lhe dando a opção de avaliar os melhores locais para retornar nos outros dias de estadia. Prepare seu snorkel, sua nadadeira e seu protetor solar que o dia será intenso! Além de visitar os points de belezas naturais de Noronha, o Ilha Tur também o levará ao Museu do Tubarão, ao Projeto Tamar e ao Buraco da Raquel (como o brasileiro é criativo com nomes né), passeios esses que não há necessidade de retornar novamente, então acaba conhecendo todos em um único dia. Não se esqueça do cartão do Parque Nacional que lhe dá acesso ás praias.

Após conhecer tudo isso em um dia bem agitado, basta eleger a mais bela praia de Noronha para retornar com mais tempo para desfruta-la.

Praia Do Porto

Aqui é uma belíssima praia de mar agitado por ter um porto ao lado, mas longe das embarcações. Podemos fazer flutuação com snokel com a presença de diversos animais marinhos. Não se assuste se ver uma arraia chita de 6 metros de envergadura. será uma experiência para lhe marcar por toda vida. Podemos alugar o Snorkel, colete e pés de pato por aqui também, além de restaurantes disponíveis no local.

1798813_10203753165565794_2384503833656322543_n

Praticando Stand-up nas águas de Noronha

Aqui na Praia do Porto podemos também fazer um dos melhores passeios da Ilha, o passeio de barco no porto.  Navegar por essas águas, praticar stand-up com a prancha do passeio, almoçar á bordo e assistir ao por do sol, com o Morro do Pico ao fundo, um passeio incrível. Este passeio pode ser contratado diretamente com o proprietário do barco na própria praia, mas provavelmente terá que contratá-lo para o dia seguinte.

Praia da Cacimba do Padre

Aqui em Noronha, é uma praia mais bela que a outra. A praia Cacimba do Padre, é a praia mais próxima dos Morros Dois Irmãos, portanto, se você tem a visão dos morros lá do alto, terá também aqui embaixo. Aqui há uma pequena trilha pelas pedras, que ao subir um pouco mais, terá outros ângulos dos morros e sua água azul. Um local para se ficar horas contemplando a beleza do lugar.

doisirmaos

A Praia Cacimba do Padre é extensa com mar aberto, boa para uma caminhada e acompanhar o por-do-sol. Saindo do lado dos morros, há uma piscina natural ótima para relaxar. Aqui possui uma certa estrutura com um barzinho, cadeiras e guarda-sol. No geral, essa praia possui ondas fortes e sempre tem alguém praticando surf, se tiver sorte, acaba até pegando um campeonato de surf. Quando a maré está baixa, ela dá acesso a Praia Baía dos Porcos.

Baía dos Porcos

Muitos defendem esta praia como a mais bonita do planeta, aliás, ela é sim considerada a praia mais bela em todo o mundo. Como a praia Cacimba do Padre está logo ao lado, nós defendemos como a “rota mais bonita do planeta”.  Com o acesso um pouco difícil devido a trilha ser pelas pedras, mas com uma beleza única, e uma maravilhosa sensação de conexão com a natureza. Quando a maré está baixa, ela se transforma completamente em uma enorme piscina natural.

a5813eac27ca26fdde44a303602a46347797903508601364324.jpg

Esta praia de formação rochosa, possui uma água totalmente azul e piscinas naturais desta praia são lindas e ótimas para mergulho.

Baía do Sancho

Considerada várias vezes por viajantes do mundo todo, como a melhor praia do mundo, a Baia do Sancho possui um mirante de tirar o fôlego. Para chegar á praia, é necessário descer por uma enorme escada entre a fenda de duas rochas, ou uma descida pelas pedras, mas o esforço vale muito a pena.

40555fe5e2c6dbbc9f58726a28882cb3-e1553277495492.jpg

A praia do Sancho é outra praia de Noronha ótima para fazer snorkel e mergulho. É impressionante a quantidade de animais marinhos encontrados em uma simples flutuação. Não se esqueça do cartão de acesso ás praias do Parque Nacional Marinho.

Para quem não quiser encarar a descida deste paredão de 50 metros, existem passeios de barco que levam até a praia,  adquiridos  antecipado pela internet (veja aqui) ou pessoalmente na ilha.

Praia do Cachorro

É uma pequena e linda praia, mas muito agitada e com muitas pedras. Se a maré estiver baixa, dá para aproveitar melhor.

f680bb69992f1feeeb0569349f027e2d

É nesta praia que encontraremos o famoso buraco do Galego (brasileiro realmente possui um dom sensacional para nomear lugares). Este buraco é uma piscina natural que se forma quando a maré está baixa, com aproximadamente 3 metros de profundidade e é muito requisitada pelos turistas. O lugar costuma formar fila para fotos, mas atente-se com as fortes ondas quando batem no buraco.

Aproveite o entardecer para acompanhar ao por-do-sol próximo do Bar do Cachorro, e á noite, curtir o Bar do Cachorro com música ao vivo ao ar livre.

Praia do Leão

Localizada no “mar de fora”, a Praia do Leão, nome este, devido a enorme formação rochosa dentro do mar que se assemelha a um leão marinho deitado. É uma extensa e uma das praias menos povoadas de Noronha com um visual incrível e povoada por pequenos tubarões.

fb_img_15535172997108357810021417549296.jpg

As ondas costumam ser mais fortes nesta praia e existe desovas de tartarugas, portanto, não é muito indicada para banho, mas ao final dela podemos encontrar uma piscininha natural para dar uma boa relaxada.

Praia da Atalaia

A visita nesta praia deve ser agendada antecipadamente e para chegar até esta praia, é necessário percorrer uma pequena trilha. Leve seu snorkel e coletes, pois aqui podemos ficar horas flutuando pelas águas da piscina natural e apreciar as inúmeras espécies de peixes…

cbb7ddc6ad737f4cd4f69a38adcf7a9d

A vida marinha é farta nas águas de Noronha, por isso é proibido entrar na água com protetor solar, cremes e afins. Também é proibido tocar nos animais. A multa é salgada e há fiscalização rigorosa em toda a ilha.

Em Noronha, podemos presenciar diversos tipos de animais, como filhotes de tubarão, arraias, cardume de diversos tipos de peixes e enormes tartarugas marinha, golfinhos e as famosas mabuias. Todos os animais ficam a vontade e muito próximos dos turistas, pois sabem que não serão tocados. Não toquem neles e eles não tocarão em você.

Aqui, somente aqui na ilha, existe uma espécie de réptil, as “mabuias”, um bichinho parecido com a lagartixa. Estes simpáticos e amigáveis moradores de Noronha, são encontrados em todas as partes da ilha, e alguns deles são tão ousados, a ponto de entrar dentro das mochilas dos turistas. Elas se aproximam com facilidade dos turistas, mas não as alimentem, isso pode lhe gerar uma multa bem salgada.

unnamed

Curta a noite de Noronha com muito forró, samba e reggae. Basta caminhar pela noite no centrinho que encontrará uma baladinha convidativa para esticar um pouco mais a noite. Não deixe de comer o delicioso bolinho de tubarão (não podemos passar em branco sem experimentar a comida típica da região)

Outras dicas para economizar:

• Comer bem com um preço razoável, aqui é difícil, mas terá sim opções. Você não precisará pagar R$10,00 em uma coxinha (sim, a coxinha por lá é este valor), então pode recorrer ao hamburgão artesanal que é vendido em alguns lugares do centrinho, tem as quentinhas do Tio João com um valor razoável, e tem a lanchonete Mabuya, lugar este que será imbatível nos preços, e é inclusive , frequentada pelos próprios moradores.

433d252f1c235d210fe51a3c222a7dcd7459846651324234791.jpg

Dica de ouro, comer na lanchonete Mabuya, o lugar mais em conta da ilha.

• Estando hospedado em uma pousada ou hostel com a cozinha á sua disposição, compre alimentos nos mercadinhos e bom apetite.

• Solicite a sua hospedagem para lhe pegar no aeroporto para não gastar pelo tranfer do aeroporto até o hotel, geralmente fazem isso!

• O viajante que se preza, possui seu próprio snorkel, colete, pé de pato e afins… alugar esses itens é jogar dinheiro fora. Leve-os para a ilha e economize.

Noronhe-se

 



Parceria com:

logo_hdi_00027346482836928471526.png

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s