Brasileiro é resgatado sem comida em parque famoso pelo filme ‘Into the Wild’

Um turista brasileiro foi resgatado de helicóptero de uma área remota do Parque Nacional Denali, no estado americano do Alasca, segundo informações de guardas locais. Ele estava no local para visitar um ônibus abandonado que ficou famoso pelo livro e filme “Na Natureza Selvagem” (Into The Wild, no título original).

Foto Divulgação do Filme “Into The Wild

Ele foi identificado como Gabriel Dias da Silva, de 26 anos. 

Escrito por John Krakauer e transformado em filme em 2007, Into the Wild conta a história real de Christopher McCandless, viajante americano que morreu em 1992 dentro de um ônibus no Parque Nacional Denali, após caminhar na floresta por dois anos. 

Segundo Megan Peters, porta-voz da tropa responsável pelo resgate, o brasileiro ativou um farol de emergência após ficar sem comida. Ele teria enfrentado dificuldades para atravessar um rio no caminho de volta de sua peregrinação ao ônibus. 

“O rio estava furioso. Aparentemente, quando ele partiu, cerca de uma semana atrás, ainda havia pontes de gelo”, disse Peters.

O ônibus abandonado e enferrujado, que McCandless usou como seu acampamento antes de morrer, tornou-se um santuário para seus admiradores.

O brasileiro é o mais recente de uma longa lista de turistas que tentam visitar o ônibus e precisam ser resgatados. Em fevereiro, cinco turistas italianos, um com pés congelados, foram resgatados após uma caminhada até o local.

Duas das caminhadas foram fatais. No verão passado, uma mulher de Belarus morreu após ser arrastada pelo rio Teklanika ao voltar do ônibus. Em 2010, uma turista suíça faleceu em um incidente semelhante no rio. (NBC News)

Contactamos o Gabriel, que relatou todo o ocorrido:

“Já estava viajando por 3 meses, e quando estourou a pandemia seguida pela quarentena, ele decidiu passar algum tempo isolado no parque, no cenário do filme, já que estava naquela região. Tinha alimentos e equipamentos de segurança… Porém, depois de alguns dias, quando percebeu que o alimento não iria durar muito, e também receoso por ter presenciado pegadas de urso, decidiu abandonar o local e seguir para civilização, mas sem sucesso, pois o rio havia descongelado e a ponte de gelo que tinha anteriormente, havia sumido. Não restou outra alternativa, a não ser acionar o resgate! Que aventura Gabriel

Veja aqui 11 filmes relacionados a viagens

A história do ônibus 142

Mas como o Magic Bus foi parar naquele local? Isso foi no início dos anos 60, onde foram realizadas obras de infraestrutura no Alasca. Os trabalhadores, durante parte dessas obras, ficaram abrigados em quatro ônibus estacionados às margens de Stampede Trail, a trilha que leva às minas onde parte dessas obras deveriam ser realizadas. Ao final das obras, os trabalhadores e seus instrumentos de trabalho foram removidos, com exceção de um ônibus, que teve o eixo quebrado na travessia de volta, o ônibus 142 de Fairbanks. Como sua função era ser usado como moradia improvisada, o ônibus contava com fogão e cama, mas não com motor. Estando perdido no meio do Alasca, seria usado nos anos seguintes por caçadores como “casamata”.

Em 1992, 30 anos depois de chegar ao que até então parecia ser seu destino derradeiro, o ônibus 142 abrigou o jovem Christopher McCandless, que acampou e morou nas dependências do ônibus durante o verão e veio a falecer, em suas dependências, de inanição. Foi Christopher que batizou o ônibus 142 de Ônibus Mágico. Essa história ficou conhecida graças a um livro, escrito Jon Krakauer em 1996, que em 2007 virou um filme dirigido por Sean Penn – “Na Natureza Selvagem”. Desde Então, o Ônibus Mágico se tornou não só famoso, mas um lugar de peregrinação.

Parceria com:

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s